quinta-feira, 25 de junho de 2015

Gigantescos...mas leves


Os maiores animais que já andaram sobre a superfície terrestre podem não ter sido tão grandes quanto se imaginava. De acordo com um estudo da Universidade do Estado de Colorado, alguns dinossauros teriam menos de metade do peso corporal que estimamos actualmente.

Na pesquisa agora publicada na revista especializada da Sociedade Zoológica de Londres, os cientistas descobriram erros graves nas equações usadas para calcular o peso destes animais. O responsável pelo trabalho, Gary Packar, afirma ter percebido os erros ao reexaminar dados das amostras originais que serviram de referência para a produção do modelo estatístico utilizado há mais de 25 anos para calcular o peso dos dinossauros gigantes e outros animais de dimensões extraordinárias e de linhagens extintas.

Para o cientista, os dinossauros gigantes tiveram, provavelmente, metade do peso daquele em que hoje se acredita. Para chegar a essa conclusão, analisou a chamada amostragem de referência, um método que leva em conta 33 espécies de mamíferos quadrúpedes de diferentes tamanhos, que vão desde um roedor de 47 gramas até um elefante de quatro mil quilos.

O Apatosaurus, por exemplo, um devorador de plantas, considerado um dos maiores dinossauros, com 38 toneladas, teria afinal, de acordo com o novo estudo, 20 toneladas menos. T--Rex, o mais famoso predador da espécie, cujo peso foi estimado até 6,8 toneladas, seria mais leve, o que até facilitaria os seus movimentos a grande velocidade. O simpático mas gigantesco Diplodocus passaria de 5,5 toneladas para 4. Já o Styracosaurus teria 3,3, não 4,2.

"ESTIMAR O PESO É DIFÍCIL" (Octávio Mateus, Paleontólogo)

CM – Os cientistas têm consciência de que exageraram?

Octávio Mateus – A estimativa do peso dos animais fósseis a partir de ossos é difícil, sobretudo nos maiores dinossauros.

– Que implicações traz a correcção?

– Terá implicações na sua biologia, pois altera o que pensamos ser a necessidade alimentar, metabolismo, mecânica da locomoção e até temperatura corporal.

DATAS DA CIÊNCIA

29 de Junho de 1900: Começa a funcionar a Fundação Nobel, entidade administradora dos fundos dos prémios, com sede em Estocolmo. À fundação está confiada a tarefa de gerir as verbas deixadas por Alfred Nobel para premiar anualmente os cientistas.

30 de Junho de 1908: A planície de Tunguska, na Sibéria, foi o cenário de uma gigantesca explosão após uma bola de fogo ter sido vista a atravessar o céu. Não foram encontrados vestígios de meteorito, mas uma onda de impacto devastou todaa região do lago Baikal.

1 de Julho 1914: O engenheiro, físico e inventor inglês Archibald Low, que foi pioneiro na tecnologia de sistemas teleguiados em foguetes, torpedos e aviões, apresenta um aparelho capaz de transmitir imagens à dis-tância, que mais tarde viriaa ser conhecido por televisão.

CM RESPONDE: VAN ALLEN

Para que servem ascinturas de Van Allen? (Jorge Ruivo, Amadora)

As chamadas cinturas de Van Allen são duas regiões em forma de anel formadas por linhas de força do campo magnético terrestre onde as partículas carregadas, principalmente os electrões e os protões, que têm a sua origem no vento solar e nos raios cósmicos vindos do espaço, são aprisionados.

A primeira foi identificada pelo físico americano James Alfred Van Allen, na sequência de experiências levadas a cabo pela nave espacial ‘Explorer I’, em 1958. Essa cintura interior está numa região compreendida entre os mil e os 5 mil quilómetros de altura ea exterior entre os 15 mile os 25 mil quilómetros.

NOTAS

MEDITERRÂNEO:TSUNAMI

Um relatório destaca que a costa doMediterrâneo é mais vulnerável aostsunamis do que o oceano Índico, onde houve mais de 300 mil mortos em 2004.

ALPES:GELO DERRETE

Cientistas suíços anunciaram o resultado de pesquisa de uma década mostrando que as neves eternas dos Alpes estão a desaparecer: 12% do gelo derreteu.

OVOS:PRODUÇÃO DAS GALINHAS

300 ovos é quanto uma galinha põe, por ano, em cativeiro. Em liberdade, não vai além dos 15 ovos anuais.

Mário G
Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...